Vitamina C

Administração
Administração

Uso oral ou Uso Tópico

Icone princípio ativo controlado
Controlado

Sim

Tem uma receita com o Vitamina C? Cote agoraCotar Receita
Indicação

Profilaxia e tratamento de deficiência de ácido ascórbico.

Posologia

Como profilático, vias oral ou intramuscular, lactentes, durante os primeiros seis meses de vida, 30mg/dia; lactentes prematuros poderão exigir dose maior. Crianças e adultos, 40 a 60mg de ácido ascórbico/dia. Durante a gravidez, 70mg/dia. Durante a lactação, 90 a 95mg/dia. Nos períodos de necessidade maior (infecções, trauma, etc.), 150mg/dia. Para tratamento de escorbuto, 100mg 3x/dia durante várias semanas até que se normalize a saturação. Para queimaduras graves, 200 a 500mg/dia até completar-se a cura.

Interações medicamentosas

Não informado

Não informado

Precipitação de pedras de oxalato no trato urinário. Tontura ou desmaio, quando administrado por injeção intravenosa rápida. Doses altas causam diarréia, rubor facial, cefaléia, disúria, náusea, vômito, cólicas estomacais. Ingestão crônica de doses muito altas pode causar dependência; a mudança abrupta p/doses moderadas normalmente adequadas pode provocar escorbuto reflexo; pode-se evitar este fenômeno reduzindo a dose de maneira gradual.

Doses altas podem causar anemia hemolítica nos deficientes de G6PD. Doses altas podem aumentar a absorção de ferro nos pacientes com anemia sideroblástica, hemocromatose ou talassemia. Megadoses podem produzir crise de anemia falciforme. Megadoses por administração parenteral causam grave dano renal e oxalose metastática com arritmias cardíacas. Não administrar doses altas durante a gravidez.

Atua como coenzima e, sob determinadas condições, como agente redutor e antioxidante. Direta ou indiretamente fornece elétrons a enzimas que requerem íons metálicos reduzidos. Age como cofator para prolil e lisil hidroxilases na biossíntese do colágeno. Participa também do metabolismo de ácido fólico, fenilalanina, tirosina, ferro, histamina, norepinefrina e alguns sistemas enzimáticos de fármacos, bem como da utilização de carboidratos; da síntese de lipídios, proteínas e carnitina; da função imune; da hidroxilação da serotonina; e da preservação da integridade dos vasos sangüíneos. É rapidamente absorvido do trato gastrintestinal; a absorção pode ser reduzida com doses altas. Eliminada pela urina, a maior parte na forma de metabólitos.

Material dos fabricantes na internet BATISTUZZO, J.A; ITAYA, M; ETO, Y. Formulário Médico-Farmacêutico. São Paulo/SP:Tecnopress, 3a Ed. 2006. Dutra de Oliveira e Marchini. Ciências Nutricionais. 1a edição, 1998.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador