Óleo de Rosa Mosqueta

Administração
Administração

Uso na pele

Icone princípio ativo controlado
Controlado

Sim

Tem uma receita com o Óleo de Rosa Mosqueta? Cote agoraCotar Receita
Indicação

É amplamente utilizado em cosmiatria, para atenuar rugas e linhas de expressão, hidratar a pele, prevenir o envelhecimento precoce e o desenvolvimento de estrias da gravidez. O seu uso pode ser feito como óleo puro, aplicando-se poucas gotas sobre a região a ser tratada, com massagem circular até a total absorção (geralmente de 2 a 3 minutos), e em cosméticos como cremes e loções cremosas.

Posologia

Indicado de 2 a 10%.

Interações medicamentosas

O Óleo de Rosa Mosqueta tem acentuado poder regenerador de tecidos, e é de grande utilidade para o tratamento de queimaduras, cicatrização, suturas, redução de cicatrizes antigas, quelóides, ulcerações, assaduras, ictiose e psorísase.

-

-

Não deve ser usado em pessoas com pele oleosa ou afetada por qualquer tipo de acne, pois pode ocorrer exacerbação.

É importante contar com uma boa fermácia de manipulação para desenvolver o seu produto. Clique aqui para encontrar a melhor farmácia de manipulação em São Paulo ou em qualquer região do Brasil, pelo melhor preço.

1. Sousa, V.M. Ativos Dermatológicos, Editora Tecnopress, São Paulo, 2003.
2. BATISTUZZO, J.A; ITAYA, M; ETO, Y. Formulário Médico-Farmacêutico. São
Paulo/SP:Tecnopress, 3a Ed. 2006.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador