Drenalip | Manipulaê

Drenalip

Administração

Administração

Uso Tópico

Icone princípio ativo controlado

Controlado

Sim

Tem uma receita com o Drenalip? Cote agora

Indicação

Indicado para o tratamento de diferentes graus de celulite (adiposidade edematosa ou lipodistrofia ginoide) bem como a prevenção de diversos fatores que desencadeiam a celulite, sua composição promove uma ação combinada permitindo a diminuição da gordura no tecido adiposo, redução do inchaço e melhora do fluxo sanguíneo. Complexo de ingredientes fitoativos de origem vegetal, Astragalo, Brusco, Limão e Vara de Oro, para oferecer um cosmético ativo e eficaz para tratar e prevenir a celulite.

Posologia

Uso externo: 2 - 3%. Aplicar duas vezes ao dia. O produto pode ser encontrado em farmácias de manipulação em forma de géis, cremes, loções e sprays.

Interações medicamentosas

Não informado.

Não informado.

Não foi relatado nenhuma reação e irritação durante o uso. Contém solventes, antioxidantes e conservantes.

Não informado.

O termo celulite foi utilizado pela primeira vez em 1920 para descrever uma alteração estética da superfície da pele comumente conhecida como casca de laranja, a celulite é um fenômeno complexo que não responde a uma única causa e é definida como uma desordem metabólica do tecido subcutâneo que provoca alteração na forma do corpo feminino, como o relevo irregular das coxas, abdômen e nádegas. A celulite é um problema que afeta uma grande parte da população em média 85% das mulheres na fase pós-adolescência e que tem como origem um conjunto de causas de vários tipos, entre os quais o acúmulo de gordura no tecido adiposo e uma má circulação sanguínea. Atualmente, os cuidados com o corpo ganham destaque e uma das áreas de grande interesse é o tratamento da celulite nas regiões mais acometidas que são as coxas, abdômen e nádegas. Uma série de fatores influencia o desenvolvimento da celulite dentre eles o sedentarismo, alimentação calórica rica em sal, que levam ao aumento de gordura e fluidos que favorecem a formação da mesma. E ainda há fatores intrínsecos como predisposição genética e influência hormonal.

Literatura fornecedor Florien Alonso, J. Tratado de Fitofármacos y Nutracéuticos. Barcelona: Corpus, 2004. American Herbal Pharmacopeia and Therapeutic Compendium. Astragalus Root. August 1999. ESCOP Monographs, Solidaginis virgaureae herba, Second edition, 2003; : 487- 489. Galati, E.M., Monforte, M.T., Kirjavainen, S., Forestieri, A.M., Trovato, A. and Tripodo, M. Biological effects of hesperidin, a citrus flavonoid. (note I): Antiinflammatory and analgesic activity. Il Farmaco, 1994; 49 (11): 709-712. Garg, A., Garg, S., Zaneveld, L.J.D. and Singla, A.K. Chemistry and Pharmacology of the Citrus Bioflavonoid Hesperidin. Phytother. Res. 2001; 15: 655-669.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador