Facebook PixelCoezima Q10 | Manipulaê

Coezima Q10

Administração

Administração

Uso Oral

Icone princípio ativo controlado

Controlado

Sim

Tem uma receita com o Coezima Q10 ? Cote agora

Indicação

A coenzima Q-10 tem sido utilizada para: - Mal de Alzheimer, - Doença periodontal, - Fadiga, - Prevenção de arritmias cardíacas.

Posologia

Via oral: - As doses terapêuticas usuais variam de 5 a 100 mg/dia Doses de até 600 mg/Kg de peso/dia foram utilizadas durante 30 dias, sem nenhum efeito colateral.

Interações medicamentosas

Nossos especialistas não encontraram nenhum dado científico relevante que indique interação medicamentosa

Nossos especialistas não encontraram nenhum dado científico relevante que indique restrição de uso.

Os efeitos adversos da Coenzima Q10 são raros. Em média, menos de 1% dos pacientes se queixam de: - Desconforto gastrointestinal leve.

O uso da Coenzima não deve ser usado por pacientes portadores de deficiência renal grave, por causar palpitações.

A Coenzima Q10 está ligada ao metabolismo energético, especialmente no coração e no fígado. - Tem função como um potente antioxidante. - É capaz de restaurar a função imunológica, melhorar os batimentos cardíacos e influenciar favoravelmente o tratamento de síndromes neurológicas crônicas. - É empregada nos pacientes portadores de neoplasias, com finalidade de reduzir os efeitos colaterais da quimioterapia.

referência usp 421. MARTINDALE. The Complete Drug Reference. 35. Ed. PhP: Londres, 2007. 2. MOURA, José Gilberto. Nutrientes e Terapêutica: como usá-los, quando usá-los, como avaliar suas carências, radicais livres na saúde. Visão Artes: Rio Grande do Sul, 2006. 3. Atualização farmacológica. Universidade de Brasília. 4. Disponível em: . Acesso em: 01/04/08

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador