Manipulaê: Coenzima Q-10

Coenzima Q-10

Administração

Administração

Uso Oral

Icone princípio ativo controlado

Controlado

Sim

Tem uma receita com o Coenzima Q-10? Cote agora

Indicação

A coenzima Q10 é uma molécula antioxidante lipossolúvel produzida pelo organismo humano e presente em todas as células humanas. Nos alimentos é encontrada na carne bovina, sardinha, espinafre e amendoim. Faz parte da cadeia transportadora de elétrons responsável pela produção de energia do corpo atuando também como um captador de radicais livres com propriedades antioxidantes e estabilizadoras da membrana. O envelhecimento, maus hábitos alimentares, estresse e infecções afetam a nossa capacidade de fornecer quantidades adequadas de Coenzima Q10, assim a suplementação pode ser muito útil.
O uso oral está indicado como antioxidante celular (antienvelhecimento); estimulante do sistema imunológico. Contribui para a manutenção da saúde nos casos de insuficiência cardíaca congestiva fraca e moderada, e em doenças degenerativas.

Posologia

Para uso interno recomenda-se ingerir até 200mg/dia, entretanto é muito comum prescrições de 10 ou 50mg. As doses podem ser fracionadas ou não, dependendo da patologia.
Nas dosagens preventivas para pacientes com problemas de saúde como hipertensão ou para fins de metabolismo e níveis de energia, recomenda-se de 200 a 300mg/dia.

Converse com o prescritor caso tenha alguma dúvida quanto a dosagem que está tomando, pois ela pode variar muito!!

Interações medicamentosas

As possíveis interações da coenzima Q10 com outras substâncias e alimentos ainda não está completamente elucidada, entretanto, evite ingerir junto com anti-hipertensivos (medicamentos para redução da pressão arterial), uma vez que esta tende a reduzir a pressão sanguínea. Não administre a Coenzima Q10 junto com anticoagulantes, como a varfarina, pois a coenzima q110 ajuda na coagulação podendo reduzir a eficácia da varfarina, aumentando o risco de coagulação.

Uso adulto, acima de 18 anos

Geralmente a coenzima Q10 é bem tolerada, entretanto, pessoas mais sensíveis podem apresentar queixas de desconforto abdominal, dores no estômago, náuseas, perda de apetite, diarreia, palpitações e sudorese. A ingestão de altas concentrações, acima de 300mg/dia por longos períodos podem elevar os níveis de enzimas no fígado causando toxicidade hepática.
Pode reduzir os níveis de glicose da corrente sanguínea, portanto pessoas portadoras de diabetes devem buscar avaliação médica antes de utilizar este produto.
É importante que sejam avaliadas as características individuais de cada um.

A coenzima Q10 é contraindicada para pacientes com insuficiência cardíaca ou qualquer desequilíbrio de frequência de batimentos, se você tem ou acha que pode ter algum problema cardíaco, busque uma avaliação médica antes de iniciar o consumo de coenzima Q10.
Não utilize a coenzima Q10 se estiver grávida ou amamentando ou tomando outros medicamentos para reduzir a pressão arterial.
Contraindicada para pcientes menores de 18 anos e para portadores de diabetes.


Siga a orientação do seu médico ou prescritor, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico ou prescritor.
“SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”.

Acesso em junho de 2017.
COENZIMA Q10. Disponível em: http://www.adrianaschmidt.com/wp-content/uploads/2016/10/Congresso-Brasileiro-de-Nutrologia-2016.pdf. Acesso em junho de 2017.
COENZIMA Q10. Disponível em: http://www.skintherapyletter.com/2008/13.7/2.html. Acesso em junho de 2017.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador