Bumetanida

Administração
Administração

Uso Oral

Icone princípio ativo controlado
Controlado

Sim

Tem uma receita com o Bumetanida? Cote agoraCotar Receita
Indicação

- Edema associado com insuficiência cardíaca congestiva,
- Cirrose hepática,
- Doença renal,
- Coadjuvante no tratamento de edema agudo de pulmão.

Posologia

Em uma só dose diária, 0,5 a 2mg/dia. A dose pode ser aumentada, se ecessário, adicionando-se uma segunda ou terceira dose diária com intervalos de 4 a 5 horas entre as doses. Dose máxima: até 10mg diárias.

Interações medicamentosas

Os corticóides e a ACTH podem diminuir os efeitos natriuréticos e diuréticos e aumentar o desequilíbrio eletrolítico e, em particular, a hipopotassemia. A ingestão de álcool potencializa os efeitos diuréticos e hipotensores. A Bumetanida pode aumentar a concentração de ácido úrico no sangue, podendo, portanto, ser necessário o ajuste da dose dos fármacos antigotosos (alopurinol, colchicina, probenecid). A amiodarona pode dar lugar a um aumento do risco de arritmias associadas com Hipopotassemia.Deve ser evitada a administração simultânea ou seqüencial com Anfotericina-B parenteral pelo possível aumento do potencial de ototoxicidade e nefrotoxicidade, especialmente com disfunção renal. Pode diminuir os efeitos dos anticoagulantes derivados da Cumarina, Heparina, Estreptoquinase ou Uroquinase. Os glicosídeos digitálicos podem potencializar a toxicidade digitálica associada com hipopotassemia. A dopamina pode aumentar os efeitos diuréticos da Bumetanida.

-

Enjôo ou sensação de enjôo ao levantar da posição deitado (hipotensão ortostática por uma diurese maciça), pulso fraco (por desequilíbrios eletrolíticos), visão turva, dor no peito, diarréia, cefaléia, anorexia, cãibras e dor de estômago.

A relação risco-benefício deverá ser avaliada na presença de anúria ou disfunção renal grave, diabetes mellitus, antecedentes de gota ou hiperuricemia, disfunção auditiva, disfunção hepática, infarto agudo do miocárdio e antecedentes de pancreatite.

Conte com uma boa farmácia de manipulação para desenvolver o seu produto. Assim, você vai aproveitar melhor os resultados.

1. P.R. Vade-mécum 2003/2004.
2. SWEETMAN, S.C; et al; MARTINDALE – Guia Completo de Consulta
farmacoterapeutica. Barcelona. 2a Ed. 2005.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador