Amilorida HCL Dihidratada

Administração
Administração

Uso Oral

Icone princípio ativo controlado
Controlado

Sim

Tem uma receita com o Amilorida HCL Dihidratada? Cote agoraCotar Receita
Indicação

A Amilorida Cloridrato é um diurético poupador de potássio.
Sua ação se dá diretamente no transporte tubular renal, impedindo a entrada de sódio nas células do tubo distal e coletor. Como consequência, diminui a excreção de potássio, tornando urina levemente alcalina. A Amilorida Cloridrato é considerada um diurético poupador de potássio com baixa potência, razão pela qual é quase sempre associada a outros diuréticos, como hidroclorotiazida e furosemida em casos de hipertensão arterial.
É indicado também para redução do edema em pacientes com cirrose hepática. É usada na forma dihidratada em doses equivalentes à forma anidra.

Posologia

A Amilorida Cloridrato é usada na faixa de 5 a 10mg ao dia, pela manhã. Sua ação inicia-se 2 horas após administração oral, alcança o máximo em 6 horas e persiste por 24 horas.

Interações medicamentosas

Existe risco de hiperpotassemia se a Amilorida Cloridrato foi administrada juntamente com suplementos de potássio, ou com outros diuréticos poupadores de potássio. Como outros diuréticos, a Amilorida Cloridrato pode melhorar os efeitos de fármacos anti-hipertensivos.

-

Os efeitos adversos mais frequentes são náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, parestesia, sede, tontura, dores de cabeça e hipotensão postural.

A Amilorida Cloridrato deve ser utilizada com cautela em pacientes com facilidade de desenvolver acidoses, gotas, em pacientes com diabetes mellitus e função hepática ou renal diminuídas, podendo causar hiperpotassemia.
O seu uso é contra indicado em pacientes com hiperpotassemia diagnosticada, ou insuficiência renal grave.

Fale com um especialista e aproveite melhor todos os efeitos que este ativo proporciona. Lembre-se de contar com uma boa farmácia de manipulação para desenvolvê-lo.

1. ANFARMAG; MANUAL DE EQUIVALÊNCIA. São Paulo/SP, 3a Ed. 2010.
2. BATISTUZZO, J.A; ITAYA, M; ETO, Y. Formulário Médico-Farmacêutico. São
Paulo/SP:Tecnopress, 3a Ed. 2006.
3. SWEETMAN, S.C; et al; MARTINDALE – Guia Completo de Consulta
farmacoterapeutica. Barcelona. 2a Ed. 2005.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador