Facebook PixelAcido Acetil Salicílico | Manipulaê

Ganhe 10% de desconto na primeira compra usando o cupom

Mani10

Acido Acetil Salicílico

Administração

Administração

Uso Oral

Icone princípio ativo controlado

Controlado

Sim

Tem uma receita com o Acido Acetil Salicílico? Cote agora

Indicação

O Ácido Acetil Salicílico, é utilizado para alivio de dores leves e moderadas em casos de cefaleias, mialgias e dores dentais. Também utilizado para tratamento das dores de inflamações em transtornos reumáticos agudos e crônicos como artrite reumatoide, artrose, etc. É comumente usado em casos de gripes e resfriados, podendo diminuir a febre, a cefaleia e as dores musculares e articulares.

Posologia

A dose habitual de Ácido Acetil Salicílico como analgésico e antipirético é de 300 a 900mg, a cada 4 ou 6 horas, segundo necessidade clínica. O máximo da dose administrada por dia deve ser de 4g. Pode ser administrado via retal, na forma de supositórios. As doses recomendadas são de 600 à 900mg, a cada 4 horas, com uma dose máxima de 3,6g ao dia.

Interações medicamentosas

-

? Bebidas alcoólicas - o seu uso em conjunto com ácido acetilsalicílico pode aumentar o risco de hemorragia gastrointestinal; ? Ácido valpróico (usado no tratamento da epilepsia); ? Glucocorticoides sistémicos, com excepção da hidrocortisona usada no tratamento de substituição na doença de Addison - diminuição dos efeitos dos salicilados durante o tratamento com corticosteroides. Ao parar o tratamento com os glucocorticoides pode ocorrer um aumento dos efeitos tóxicos do ácido acetilsalicílico; ? Corticosteroides - aumento do risco de ulceração ou hemorragia gastrointestinal. São atenuados os efeitos de: ? Medicamentos diuréticos, tais como os chamados antagonistas da aldosterona ou os diuréticos da ansa, Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECA) e Antagonistas da Angiotensina II (AAII) - A administração de ácido acetilsalicílico (> 3g/dia) pode diminuir a eficácia dos diuréticos assim como de outros medicamentos anti-hipertensores e afetar seriamente o funcionamento dos rins. Consequentemente, esta associação medicamentosa deverá ser administrada com precaução, sobretudo em doentes idosos. Os doentes devem ser adequadamente hidratados e deverá ser analisada a necessidade de monitorizar a função renal após o início da terapêutica concomitante, e periodicamente desde então; ? Medicamentos destinados a aumentar a excreção de ácido úrico (uricosúricos), tais como benzobromarona e o probenecide, usados no tratamento da gota.

As reações adversas mais comuns com o uso do Ácido Acetil Salicílico, em dosagens habituais, são: - Náuseas, - Dispepsia, - Vômitos. Além disso, pode produzir a irritação da mucosa gástrica. Os sintomas digestivos podem diminuir se administrado a Ácido Acetil Salicílico juntamente com as refeições.

O Ácido Acetil Salicílico deve ser usado com precaução, ou até mesmo evitado em pacientes propensos a dispepsia ou lesões na mucosa gástrica. Não deve ser administrado em pacientes hemofílicos ou com transtornos hemorrágicos. Seu uso também deve ser evitado em pacientes com histórico de hipersensibilidade ao fármaco, ou a outros anti-inflamatórios não esteroidais. O uso do Ácido Acetil Salicílico deve ser evitado no último trimestre de gravidez. Não deve ser utilizado em casos de suspeita de dengue.

Siga as orientações médicas quanto as doses e procure uma farmácia de manipulação para manipular o seu produto.

referência fb 6ª edição

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Envie sua receita!
Ilustração de um mini mapa com marcador