Naltrexone: o que é e para que serve

O Naltrexone é um ativo que auxilia no tratamento para combater o alcoolismo, que atua no sistema nervoso diminuindo a vontade de beber e diminuía os sintomas da dependência do álcool.

diversas capsulas brancas em cima de uma mesa

O Naltrexone é um ativo, aliado a combater o alcoolismo nos dias atuais. Você sabia que o consumo de álcool no Brasil está acima da média mundial? O consumo exagerado do álcool é um dos principais problemas de saúde do país, podendo causar mais de 200 doenças, inclusive mentais. Não à toa, o número de vítimas no mundo inteiro é bem grande. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 3,3 milhões de pessoas morrem todos os anos em consequência de problemas com o alcoolismo.

O vício é considerado uma doença crônica, mas a boa notícia é que ele pode ser controlado com tratamento adequado. Um dos tratamentos que mais vem ganhando destaque é o que utiliza o Naltrexone, um medicamento feito especialmente para inibir o alcoolismo. Quer saber mais sobre o assunto? Confira!

O que é Naltrexone?

A Naltrexona é um remédio fabricado para combater o alcoolismo e que atua no sistema nervoso diminuindo a vontade de beber e fazendo com que a pessoa sinta menos os efeitos agradáveis do álcool.

O que a Naltrexona faz é inibir a região do cérebro que interpreta o uso de drogas ou o consumo de álcool como um prazer. É bastante indicado como terapia farmacológica no programa de tratamento do alcoolismo. O tratamento do alcoolismo deve ser multimodal, e que pode envolver, além do medicamento, suporte psicológico e social, conforme critério médico.

Além de ajudar pessoas dependentes do alcoolismo e morfina, também pode ajudar a emagrecer quando ingerida junto ao bupropiona. Os dois remédios consumidos juntos, alteram o equilíbrio de alguns hormônios que causam a sensação de fome, fazendo assim com que o organismo sinta menos fome e ingira menos calorias. A Naltrexona também serve para que os níveis de colesterol no organismo sejam equilibrados de modo saudável.

Como usar o Naltrexone?

A Naltrexona pode ser ministrada de dois modos diferentes, sendo que um é para pessoas dependentes de álcool e o outro para dependentes químicos.

O modo de uso da Naltrexona no tratamento do alcoolismo pode ser uma dose diária de 50 mg, por até 12 semanas. O tratamento da dependência química com este medicamento só deve ser iniciado após a desintoxicação do organismo e da abstinência de opioides por no mínimo 7 a 10 dias.

Quem precisa de tratamento por dependência química deve consumir a mesma dose, mas é preciso esperar pelo menos 7 dias sem consumir nenhum tipo de droga para que o organismo sofra uma limpeza de qualquer substância tóxica que ainda ficar no corpo. O ideal é que a pessoa espere de 7 a 12 dias para começar o tratamento de maneira efetiva.

Quais são os benefícios do Naltrexone?

Médicos e cientistas descobriram em pesquisas que a Naltrexona, quando ministrada em doses baixas podem trazer diversos benefícios ao organismo. Alguns dos benefícios mais evidentes são:

  • Ajuda a emagrecer com o bupropiona;
  • Tratar de doenças autoimunes;
  • Trata de distúrbios no sistema nervoso;
  • Pode ajudar no tratamento de alguns tipos mortais de câncer;
  • Ajuda no tratamento de câncer de mama, fígado e pulmão;
  • Pode ajudar no tratamento do HIV ministrado em doses mais baixas do que a naltrexona;
  • Reduz a vontade da pessoa de usar drogas e álcool.

Quais são os efeitos colaterais do Naltrexone?

O Naltrexona podem causar alguns efeitos colaterais no organismo. Os efeitos colaterais podem ser diferentes de acordo com o metabolismo de cada pessoa. No entanto, alguns são observados com mais frequência em quem consome o remédio.

Os principais são: náusea, cefaleia, tontura, nervosismo, fadiga, insônia, vômitos, ansiedade, sonolência, diarreia, obstipação, sede aumentada, congestão nasal e até aumento de pressão sanguínea. Por isso, o recomendado é sempre consultar um médico antes de iniciar o tratamento.

Quais são as contraindicações do Naltrexone?

Fique atento se deseja usar o Naltrexone, pois existem algumas contraindicações. Algumas delas são:

  • Pacientes que estejam recebendo analgésicos opioides;
  • Pacientes que sejam totalmente dependentes de opioides;
  • Pacientes com síndrome de abstinência aguda de opioides;
  • Pacientes nos quais o teste com naloxona tenha falhado ou com urina positiva para o teste de opioides;
  • Hipersensibilidade ao cloridrato de Naltrexona ou a qualquer um dos componentes da fórmula. Não se conhece existência de sensibilidade cruzada com Naloxona opioides contendo Fenantreno;

Pacientes com hepatite aguda ou deficiência hepática.

Risco na gravidez: categoria C Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Onde comprar Naltrexone?

O ideal é que o Naltrexone seja manipulado e desta forma, seja feito especialmente para o seu organismo. Quando se compra um produto industrializado, você acaba levando algo que não é realmente específico para garantir a solução do seu problema.

Tem sua receita de produtos manipulados em mãos? Faça uma cotação gratuita na Manipulaê! Em seguida, nossas farmácias de manipulação parceiras vão lhe enviar orçamentos direto para o seu e-mail. Assim, fica muito mais fácil de você comparar e comprar pelo melhor preço o produto manipulado!

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

Albumina manipulada: como manipular

A albulmina manipuladas, são proteínas fundamentais para o funcionamento do corpo. Descubra como manipular nas farmácias de manipulação.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Testosterona manipulada: fórmula e dosagem

Testosterona manipulada, saiba tudo sobre ela, desde as fórmulas, até as dosagens e melhores preços nas farmácias de manipulação.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Resveratrol manipulado: conheça mais sobre

Resveratrol manipulado, conheça seus benefícios, como encontrar e os melhores preços nas farmácias de manipulação do Brasil.

Vanessa Luisa P.P Sollitari