Loratadina para tosse seca: o que é e para que serve

A Loratadina é um princípio ativo muito utilizado para tratamento de diversos sintomas relacionados a alergia, como a rinite alérgica, que podem causar tosses secas, por diversos fatores externos no nosso dia a dia.

September 17, 2021
mulher com o braço fechado perto da boca como se estivesse sentindo dor

A Loratadina é um princípio ativo utilizado para o tratamento de diversos sintomas que a rinite alérgica pode causar, como coriza, secreção, coceira no nariz, ardor nos olhos e tosse seca.

A tosse seca persistente, apesar de ter diversas causas, é um dos principais sintomas da reação alérgica, portanto, o ideal é combater a alergia, por isso, a Loratadina é um remédio anti-histamínico, que ajuda a conter as reações alérgicas.

Entretanto, existem diversas causas que podem provocar a tosse seca, principalmente na existência de algum problema respiratório, cárdico, a exposição a poluição e o uso de cigarro.

Assim, caso a tosse seca persista, é importante acompanhar outros sintomas, como, catarro expresso, presença de sangue, febre, dificuldade para respirar, caso continue por mais de 1 semana, é importante ir ao hospital e consultar um médico especialista e identificar a causa e iniciar o tratamento adequado com a Loratadina e outros princípios ativos.

Leia também, como aliviar a tosse seca.

Como tratar a tosse seca com a Loratadina

Existem algumas dicas que ajudam a melhorar o tratamento da tosse seca causada pela alergia, além do uso do medicamento receitado pelo médico, como:

  • Chá de hortelã: a hortelã tem ação tranquilizante, ajudando a aliviar a tosse, sendo indicado tomar 3 vezes por dia.
  • Beber no mínimo 1,5 de água por dia, a água ajuda a manter as vias aéreas hidratadas e diminuindo assim as irritações da garganta e da tosse.
  • Tomar remédio para tosse seca com orientação médica, como a Loratadina, Vibral, Notuss e outros ativos.
  • Tomar 1 colher de sopa de xarope de cenoura ou de orégano, possuindo propriedades que ajudam a diminuir os acessos de tosse. Indicado a tomar cerca de 3 vezes por dia.
  • Evitar poeiras, contato com animais ou fumaça do cigarro que podem ser as causadoras da tosse seca.

Causas mais comuns da tosse seca persistente

A tosse seca pode ser causada por diversos fatores externos do nosso dia a dia, por isso separamos as principais causas que podem provocar a tosse seca persistente.

1. Alergia respiratória

As alergias respiratórias são as mais comuns entre as pessoas no dia de hoje, por conta da poeira, pelos animais domésticos, pólen das flores e outros. Provocando irritação na garganta, fazendo com que ocorra tosse até que a causa da alergia seja identificada e eliminada.

As alergias respiratórias são mais comuns na primavera ou no outono, é fundamental identificar a causa da alergia e da tosse para assim ser possível indicar o melhor medicamento. Um dos ativos utilizados para essas alergias junto com a tosse é a Loratadina.

2. Cigarro ou poluição

O uso do cigarro e a exposição a poluição ambiental, podem causar as irritações na garganta e assim fazendo com que a tosse seca fique mais evidente. Neste caso, o ideal é evitar as exposições, de forma que seja possível diminuir a irritação da garganta e fazendo a tosse seca diminuir.

3. Asma

A asma também é um dos problemas respiratórios que provocam uma inflamação nos pulmões, desenvolvendo a tosse seca. O importante é seguir o tratamento indicado pelo médico que envolve remédios e inaladores para a dilatação dos brônquios, facilitando a respiração e aliviando os sintomas.

4. Problemas cardíacos

Algumas alterações cardíacas, como a insuficiência cardíaca, podem provocar um acúmulo de líquido nos pulmões, fazendo com que a pessoa tenha o sintoma de tosse seca regularmente.

Neste caso o ideal a se fazer é se consultar com o cardiologista para que faça os exames indicados e descobrir as causas para assim sessar a tosse seca.

5. Refluxo gastroesofágico

O refluxo gastroesofágico pode causar tosse seca após a ingestão de alimentos apimentados ou com muito ácido, fazendo com que o ácido do estomago até ao esôfago. Fazendo com que a tosse seca fique constante com outros sintomas.

Para aliviar a tosse e os outros sintomas de refluxo, o ideal é ter uma alimentação leve e pobre de alimentos gordurosos, além de possuir um acompanhamento indicado pelo médico com o uso de medicamentos e alimentação.

Possíveis efeitos colaterais da Loratadina

Com o uso da Loratadina, pode ocorrer alguns efeitos colaterais que são comuns durante o uso do ativo, como:

  • Dores de cabeça
  • Cansaço
  • Dor no estômago
  • Náusea
  • Boca seca
  • Agitação
  • Sonolência

Em casos mais raros podem ocorrer efeitos colaterais, como:

  • Queda de cabelo
  • Reações alérgicas severas
  • Problemas de fígado
  • Aumento do ritmo cardíaco
  • Palpitações
  • Tontura

Para algumas pessoas que são mais sensíveis a alergia, alguns sintomas podem aparecer, como:

  • Dificuldade para respirar
  • Sensação de garganta fechada
  • Inchaço na boca
  • Língua ou rosto com urticarias

Por isso, é muito importante passar com um médico especialista, possuir um acompanhamento durante o uso da Loratadina e de qualquer medicamento, caso aconteça algum desses sintomas, o indicado é parar imediatamente o uso do medicamento e procurar o seu médico.

Como tomar a Loratadina

A Loradatina é ingerida via oral, no horário indicado pelo médico especialista, mas caso esqueça de tomar a dose na hora correta, o ideal é tomar assim que lembrar e reajustar os horários de acordo com a última dose.

Existem duas formas de encontrar a Loratadina manipulada, como:

1. Xarope 1mg/ml

A Loratadina pode ser manipulada como xarope, para aquelas pessoas que possuem dificuldade com comprimidos. O frasco normalmente é de 100ml, usando o dosador que vem junto a embalagem e ingerindo a dosagem indicada para cada idade, normalmente sendo recomendado:

  • Adultos e crianças acima de 12 anos: Indicado 10ml, sendo o mesmo de 10mg, uma vez por dia.
  • Crianças de 2 a 12 anos (com menos de 30kg): Indicado 5ml, sendo o mesmo de 5mg, uma vez por dia.
  • Crianças de mais de 30kg: Indicado 10ml, sendo o mesmo de 10mg, uma vez por dia.

2. Comprimido 10mg

A Loratadina pode ser manipulada em comprimidos, para pessoas que preferem e possuem a facilidade em engolir, normalmente encontrada com 6 a 20 comprimidos, deve ser tomada com um copo de água, antes ou depois a refeição.

  • Adultos e crianças maiores de 12 anos ou mais com 30Kg: Indicado ingerir 1 comprimido de 10mg, uma vez por dia.

Lembrando que é muito importante seguir as recomendações do médico especialista sobre o tempo de tratamento com a Loratadina, normalmente usada por curto período até os sintomas desaparecerem.

Leia também, como encontrar farmácias de manipulação perto de você.

Quem não deve usar a Loratadina

A Loratadina não deve ser usada em mulheres grávidas ou amamentando, por pessoas que tem asma, insuficiência renal ou hepática e em crianças menores de 2 anos.

Este medicamento também não deve ser usado por pessoas que tenham alergias a Loratadina ou algum outro princípio ativo que contenha no medicamento.

Caso tenha uma receita em mãos, envie agora para a Manipulaê e receba os melhores orçamentos das farmácias de manipulação perto de você, de forma segura, fácil e gratuita.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

O que é forma farmacêutica e via de administração?

Descubra o que é forma farmacêutica, quais as vias de administração e os efeitos de cada uma.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

O farmacêutico pode prescrever? Descubra mais sobre essa profissão

Farmacêutico pode prescrever? Descubra essa e outras informações sobre essa profissão tão importante.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Dermocosméticos: produtos estéticos para a sua pele

Saiba o que são dermocosméticos, quais os benefícios dos dermocosméticos e onde manipular

Vanessa Luisa P.P Sollitari