Espinhas na gravidez: qual manipulado a grávida pode usar?

Espinhas na gravidez são comuns devido às oscilações hormonais e mudanças que o corpo feminino passa durante a gestação. Mas, é possível diminuir esse desconforto com o uso de alguns manipulados. Continue a leitura e saiba quais são.

October 22, 2021
mulher com espinhas no rosto

As espinhas na gravidez são comuns desde os primeiros meses da gestação, isso ocorre devido às mudanças hormonais necessárias para a formação do bebê. 


A gravidez é um momento único na vida de uma mulher. Assim, a gestação oferece uma série de desafios e questões especiais, que por vezes jamais serão vivenciadas em outros momentos. 


Um caso desses é a presença de espinhas e acnes durante a gestação. Muitas mulheres passam pelo surgimento de diversas espinhas, às vezes em muitas partes diferentes do corpo. 


Isso acontece devido ao fato de o corpo estar em constante mudança hormonal ao longo da gravidez. Tente imaginar, por um segundo, o número de alterações que se passam no corpo feminino nesse momento da vida. 


Principalmente no primeiro trimestre de gravidez, é muito comum que a futura mamãe passe pela experiência de desenvolver diversas espinhas. 


E, nesse momento, muitas vezes pouco se sabe a respeito dos medicamentos manipulados que podem ou não ser utilizados pelas grávidas. 


Afinal, como combater as espinhas na gravidez sem prejudicar o bebê? Soluções naturais podem ser interessantes, mas nem sempre são capazes de deter o avanço das espinhas e da acne em geral. 


Veja a seguir, as principais maneiras de acabar com as espinhas na gravidez, aprendendo quais remédios manipulados podem ser utilizados nesse momento da vida da mulher.

Espinhas na gravidez: quais manipulados não usar?


As espinhas podem ser muito complicadas na gravidez, pois surgem em grande número e se tornam incômodas para as mamães. 


Além disso, existem remédios que não podem ser usados, pois podem afetar a saúde do bebê. Na verdade, seja qual for o medicamento utilizado, é necessário o aval do médico para administrar o remédio. 


Vale ressaltar que, dentre os remédios não recomendados, estão alguns que muitas vezes são receitas para quem sofre de acne. Logo, é necessário em todo caso, visitar um médico de confiança antes de utilizar qualquer tipo de medicação durante a gravidez. 


Apenas o profissional de saúde poderá prescrever medicamentos adequados para cada mulher grávida. Em todo caso, é possível citar o ácido retinóico e a isotretinoína como medicamentos que jamais devem ser utilizados durante a gravidez. 


Pois esses manipulados podem levar a problemas com o bebê, incluindo a má formação. Outro remédio que não deve ser utilizado para combater a acne durante a gravidez é o ácido glicólico, além de alguns antibióticos, sobretudo por via oral. 


Isso porque, quando em contato com o bebê, os princípios ativos desses medicamentos podem levar a danos que muitas vezes são irreversíveis.

Espinhas na gravidez: qual manipulado usar?


Assim como há remédios que não devem ser usados durante a gestação, há soluções medicamentosas que podem ser opções para as espinhas na gravidez. Entre esses medicamentos, é possível citar o ácido azelaico e o peróxido de benzoíla. 


O primeiro, o ácido azelaico, é muito mais suave do que os outros tipos de ácidos que foram citados. Dessa maneira, as chances de prejudicar o bebê de alguma forma são quase nulas.


Logo, essa é uma alternativa muito interessante para acabar com as espinhas na gravidez. Ademais, o peróxido de benzoíla também é extremamente recomendado para as mulheres que sofrem de acne durante a gravidez. 


Em todo caso, conversar com um dermatologista e também com o profissional de saúde que está acompanhando a sua gravidez são atitudes necessárias antes de partir para os remédios manipulados. 


Pode ser que existam opções naturais, que sejam mais leves ao bebê. Os cuidados de limpeza, por exemplo, são essenciais para garantir a sua saúde e a saúde do seu filho. 


Ter um sabonete especial para o rosto, por exemplo, é uma ótima opção e pode impedir os problemas em sua pele. Lembre-se de que a prevenção sempre é mais fácil do que a medicação.

Dicas para evitar espinhas na gravidez


Muitas dicas podem ser fornecidas para evitar a aparição de espinhas durante a gestação. Afinal, ter bons cuidados com a sua pele é algo essencial na busca pela boa saúde. 


Veja, logo a seguir, algumas dicas rápidas para evitar espinhas na gravidez:



  1. Não se exponha tanto ao sol;
  2. Prefira alimentos orgânicos;
  3. Consuma alimentos ricos em ômega-3;
  4. Coma mais vegetais e legumes;
  5. Evite consumir alimentos inflamatórios;
  6. Use protetor solar e creme hidratante.


A exposição ao sol pode ser um grave perigo para as grávidas. Isso porque, uma vez que a pele já está sensível por conta da gestação, o efeito do sol pode ser intenso. 


A radiação UV pode ser muito eficiente em acelerar o desenvolvimento de espinhas, e até mesmo por conta disso é essencial usar protetor solar. 


O protetor ainda diminui a gordura em sua pele, além de o creme hidratante evitar que a pele fique ressecada. Os legumes e as verduras, por outro lado, são ricos em fibras e dão força à pele. 


Além, é claro, de fornecer elasticidade e proteção. Evite frituras, carboidratos, leite e doces para ficar longe das espinhas na gravidez.

Soluções caseiras para aliviar as espinhas 


As soluções caseiras não são eficientes o bastante ao ponto de acabar com as espinhas durante a gravidez. 


Todavia, podem, sim, representar soluções capazes de diminuir o poder das acne nesse momento único da vida de uma mulher.


Opções interessantes para combater as espinhas na gravidez incluem:



  • Beber 1 copo de suco de cenoura por dia;
  • Lavar o rosto com chá frio de bardana;
  • Aplicar uma máscara caseira de arroz com mel.


Essas são opções capazes de controlar melhor a inflamação, tornando a pele mais saudável para o dia a dia. Contudo, conforme explicado, as espinhas na gravidez só podem ser realmente combatidas com os remédios manipulados. 


Pois, com princípios ativos adequados para cada caso, esses medicamentos são capazes de curar a pele das espinhas sem representar um perigo para as futuras mamães – ou para o bebê. 


A framboesa, ademais, é uma fruta que também ajuda a combater as espinhas na gravidez de forma natural. Nesse momento da vida de uma mulher, o corpo muda muito e os hormônios passam por alterações consideráveis. 


Porém, com um pouco de conhecimento e muita dedicação, é possível manter a boa saúde aplicando cuidados simples no dia a dia. Seu corpo e o seu bebê agradecem.

Qual a melhor farmácia para manipular medicamentos para espinhas?


Manipular os seus medicamentos e cosméticos é um ato sério, principalmente durante a gestação, onde a mulher é responsável pela nutrição e formação do bebe. 


Nós do Manipulê criamos uma plataforma com as melhores farmácias de manipulação do país, assim, basta você enviar uma foto da sua receita que nós encontramos a melhor farmácia para você. 


Clique aqui e cote a sua receita . 


Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

Vitamina B12 manipulada: como tomar

A vitamina B12 manipulada possui diversos benefícios para o organismo, descubra como tomar, onde comprar e os melhores preços nas farmácias de manipulação.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Vitamina D manipulada em gotas

Veja aqui qual é a quantidade ideal de vitamina D manipulada em gotas e como encontrar o melhor preço e melhor farmácia de manipulação.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Como crescer o cabelo mais rápido com vitaminas

Fazer o cabelo crescer mais rápido é um dos principais objetivos de mulheres e homens, para isso as vitaminas são essenciais.

Vanessa Luisa P.P Sollitari