Guia definitivo sobre Dieta Paleo!

Entenda como a dieta paleo funciona, quais são os benefícios que proporciona, os possíveis riscos, alimentos utilizados no processo e muito mais

imagem com frutas e verduras escrito "paleo diet"

Uma das dietas que mais vem ganhando fama recentemente é a dieta paleo ou dieta paleolítica. O que chama a atenção nela é o método, focado em uma rotina alternativa, semelhante aos dos homens das cavernas.

Neste artigo, explicamos como a dieta paleo funciona, quais são os benefícios que proporciona, os possíveis riscos, alimentos utilizados no processo e muito mais! Confira todos os detalhes.

O que é dieta paleo?

A dieta paleo é considerada uma das dietas mais naturalistas que surgiram recentemente. Prometendo trazer bons resultados para quem deseja emagrecer e ter uma rotina de vida mais saudável, o método inspira-se na rotina de alimentação dos homens das cavernas.

O que isso quer dizer? Bom, a dieta propõe um jejum prolongado, sem restrições ao consumo de carne, além de redução de carboidratos. No tempo das cavernas, a rotina dos Homo Sapiens restringia-se basicamente a carne, frutos e sementes, alimentos que de acordo com os defensores desta dieta, são o suficiente para viver bem.

Além disso, outro argumento utilizado em prol da dieta paleo é que foram justamente os excessos de carboidratos, açúcares, sal e alimentos processados, os responsáveis pela propagação de algumas das piores doenças que afetam os humanos atualmente: diabetes, distúrbios metabólicos, problemas do coração, obesidade.

Dieta paleo ajuda mesmo a emagrecer?

De certa forma sim, pois reduz bruscamente a quantidade de carboidratos nas refeições. Por serem digeridos rapidamente, eles elevam os níveis de glicose no sangue e posteriormente transformam-se em gordura. Ou seja, pães, massas, arroz, entre outros alimentos ricos em carboidratos, são um dos grandes vilões alimentares atualmente.

Como a dieta também elimina muitos alimentos com glúten, lactose e industrializados em geral, consequentemente também existe um maior controle de ganho de peso, distúrbios metabólicos, entre outros problemas recorrentes que a rotina de alimentação comum possui.

Quais as vantagens da dieta paleo?

Como já mencionado, reduzindo bruscamente o consumo de carboidratos, você perderá peso e vai reduzir bastante a possibilidade de inúmeras doenças e infecções. Mas além disso, existem outras vantagens, como por exemplo:

  • Ganho de proteínas: diferente de outras dietas, a carne é liberada na dieta paleo. Especialmente frango e peixe. As carnes são uma das principais fontes de proteína e também possuem diversos aminoácidos fundamentais para o organismo.
  • Nutrição do corpo: as frutas também ganham bastante protagonismo nesta dieta e consequentemente você ganhará muitas e muitas vitaminas, nutrindo o corpo com muita coisa que ele precisa.
  • Hidratação: normalmente os adeptos dessa dieta costumam evitar refrigerantes, sucos industrializados, entre outras bebidas comuns, focando principalmente em tomar água, o que deixa o corpo sempre muito bem hidratado e disposto.
  • Estabilização dos níveis de açúcar no sangue: com a redução de doces, consequentemente o nível de açúcar no sangue também ficará muito mais controlado, o que é perfeito principalmente para quem sofre com diabetes.
  • Treinos eficientes: para quem faz exercícios, a dieta paleo contribui consideravelmente para os treinos, afinal, seu corpo estará vitaminado e com muita proteína.

Quais as desvantagens da dieta paleo?

Bom, nem tudo são flores. Qualquer dieta que corta ou incentiva radicalmente a ingestão ou redução de algum alimento, não é totalmente recomendada. O ideal é sempre montar um cardápio equilibrado. Por conta disso, algumas desvantagens da dieta paleo são:

  • Excesso de proteínas: pode parecer contraditório com o que foi mencionado anteriormente, mas consumir muita carne também é prejudicial, pois muita proteína pode prejudicar o bom funcionamento dos rins, além de retirar o cálcio dos ossos.
  • Excesso de frutose: não adianta cortar os doces e acabar exagerando nas frutas, pois elas possuem frutose, que também é um tipo de açúcar. Entre um e outro, as frutas obviamente são melhores, porém, sem exageros.
  • Excesso de gordura: a ingestão de muita carne também pode ser acompanhada da ingestão de muita gordura, o que acaba sendo muito prejudicial. Novamente a orientação é não exagerar.
  • Tempos longos de jejum: existem vários tipos de dieta paleo, mas tome cuidado para não aderir a uma que seja muito radical e proponha períodos muito longos de jejum. Algumas propostas pedem para que as pessoas fiquem de 16 a 24 horas sem ingerir nenhum alimento. Isso é muito perigoso e não é nada recomendado por nenhum especialista, podendo provocar hipoglicemia, irritabilidade, dor de cabeça, entre outros problemas.

Dieta paleo é saudável?

Muitos especialistas divergem sobre esta dieta. Procure um especialista e verifique se ela pode ser aplicada para o seu tipo de organismo, pois os resultados podem variar de pessoas para pessoa. A Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta que é fundamental que a distribuição dos macronutrientes seja de:

  • 55 a 75% de carboidratos
  • 10 a 15% de proteínas
  • 15 a 30% de gorduras

Portanto, se for aderir, procure as versões menos radicais, que não tenham excesso nem no consumo, nem na redução de alguns desses itens. A dieta paleolítica pode comprometer parte da ingestão desses nutrientes e ainda pode causar uma série de problemas de saúde se não tiver acompanhamento de um profissional.

Caso tenha uma receita em mãos, envie agora para a Manipulaê e receba os melhores orçamentos das farmácias de manipulação perto de você.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

Fórmula manipulada para retenção de líquido

A fórmula manipulada para retenção de líquido, ajuda na diminuição do inchaço corporal. Conheça quais são os principais princípios ativos.

Kathy Ortiz Brianesi

Albumina manipulada: como manipular

A albulmina manipuladas, são proteínas fundamentais para o funcionamento do corpo. Descubra como manipular nas farmácias de manipulação.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Alecrim: quais são seus benefícios e para que serve?

O Alecrim possui diversos benefícios, como ação digestiva, auxilia na ansiedade e dores de cabeça, possuem ação antioxidante e anti-inflamatória.

Kathy Ortiz Brianesi