Coronavírus: que cuidados tomar, como se espalha e muito mais!

O Coronavírus é uma pandemia que já atinge países de todo o mundo. Para que esse quadro seja revertido, é necessário tomar algumas medidas essenciais

imagem escrito coronavírus com diversos círculos da cor azul

O Coronavírus é uma pandemia que não para de crescer e já atinge países de todo o mundo. Para que esse quadro seja revertido, é necessário tomar algumas medidas de combate a essa doença.

Com base em estudos de profissionais da área, o Ministério da Saúde anunciou algumas recomendações para evitar a disseminação da doença. Com base na evolução dos casos no Brasil, até o momento, estima-se que, sem a adoção das medidas propostas pela pasta para prevenção, o número de casos da doença dobre a cada três dias.

Quais cuidados tomar para evitar o Coronavírus?

Algumas atitudes adotadas no dia a dia, reduzem o contágio pelo coronavírus. O Ministério da Saúde recomendou algumas ações:

  • Ficar em casa, em isolamento domiciliar, e evitar ao máximo sair de casa;
  • Se sair, ao voltar em casa, não toque em nada antes de se higienizar. Tire os sapatos e as roupas e as coloque em uma sacola plástica no cesto de roupas. Deixe seus pertences em uma caixa na entrada. Tome banho e posteriormente limpe seus pertences e as sacolas que trouxe da rua utilizando álcool gel ou água e sabão com pano úmido;
  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Não tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal (talheres e roupas, por exemplo);
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por no mínimo 20 segundos com água e sabão, adicionalmente pode usar antisséptico de mãos à base de álcool em seguida;
  • Pessoas infectadas, com sintomas brandos, também não devem ter contato social com outras pessoas, e não devem frequentar locais públicos (necessário ficar em total isolamento domiciliar);
  • Quem realmente tiver que se deslocar em locais com circulação de pessoas, deve garantir distanciamento de pelo menos 2 metros de qualquer pessoa, sem nenhum contato com outras pessoas, e tomar muito cuidado na circulação em mercados de animais e seus produtos.

Além disso, o Ministério da Saúde também vai liberar um sistema de telemedicina para responder dúvidas e dar orientações à população sobre o Coronavírus, evitando a ida das pessoas aos centros de saúde.

“Deveremos ter uma ferramenta inovadora para que o brasileiro receba chamada e, ao manifestar o risco, o sistema manter o paciente monitorado. Além disso, empregaremos telemedicina de médico para médico”, anunciou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Como o Coronavírus se espalha?

A transmissão do Coronavírus pode ocorrer de diversas maneiras:

  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Por conta de todos esses fatores, é extremamente  importante a prática da higiene frequente, a desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares, brinquedos, maçanetas, corrimões, são indispensáveis para a proteção contra o vírus.

Até mesmo a forma de cumprimentar o outro deve mudar, evitando abraços, apertos de mãos e beijos no rosto. Essas são as maneiras mais importantes pelas quais as pessoas podem proteger a si e sua família de doenças respiratórias, incluindo o coronavírus.

O isolamento domiciliar ou hospitalar de pessoas com sintomas da doença são válidos por até 14 dias, além da recomendação para que pacientes com casos leves procurem os postos de saúde.

Quais são os sintomas?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é recomendado procurar ajuda médica quem apresentar os seguintes sintomas: resfriado, gripe, febre,tosse, dor de cabeça, dores no corpo, fadiga,exaustão, congestão nasal, espirros constantes, garganta inflamada e falta de ar.

Quais são os grupos de risco?

Existem pessoas que são mais sensíveis ao vírus e podem até morrer, caso não tomem os cuidados necessários.

  • A partir dos 50 o risco de óbito é de 4%;
  • Acima de 70 sobe para 8%;
  • Acima de 80 chega a 15%.

Além dos idosos, pessoas com as seguintes doenças crônicas também estão dentro do grupo de risco:

  • Diabéticos;
  • Hipertensos;
  • Pessoas com problemas no coração;
  • Asmáticos;
  • Doentes renais;
  • Fumantes, que têm o pulmão mais prejudicado por causa do cigarro.

É essencial que quem cuida ou convive com pessoas do grupo de risco para contágio do coronavírus, siga todas as orientações citadas anteriormente em relação aos cuidados.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

Albumina manipulada: como manipular

A albulmina manipuladas, são proteínas fundamentais para o funcionamento do corpo. Descubra como manipular nas farmácias de manipulação.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Nutrição e fertilidade: qual a relação

A relação entre nutrição e fertilidade é totalmente direta, a saúde reprodutiva e a capacidade de conceber vida depende diretamente da nutrição e fertilidade.

Kathy Ortiz Brianesi

Proteína C reativa: o que é e para que serve

A Proteína C reativa é produzida pelo fígado, em processos inflamatórios essa proteína apresenta alteração indicando algo errado no organismo.

Kathy Ortiz Brianesi