Como os alimentos auxiliam no aumento do libido feminina e masculina

Saiba como aumentar a libido feminina e masculina usando alimentos naturais, e com fonte vitaminas que auxiliam a ter uma vida mais ativa.

home | artigos | como-aumentar-o-libido

July 12, 2021
Imagem Blog

Alimentos que auxiliam na libido

Seguir uma alimentação adequada, variada e balanceada parece ter papel fundamental no equilíbrio e manutenção da libido. 

Esse fator pode estar ligado a adequação na ingestão de vitaminas, minerais, proteínas, carboidratos e lipídios.

Algumas situações como por exemplo:

  • Parkinson
  • Diabetes
  • Estilo de vida
  • Hábito tabagista
  • Medicações
  • Estresse
  • Deficiência de alguns nutrientes

Podem influenciar na libido! 

Uma alimentação deficiente pode interferir nas atividades das vitaminas que atuam como cofatores, e enzimas que estão ligados ao metabolismo.

Além da alimentação, existem outros fatores como:

  • Gerenciamento de estresse
  • Ingestão adequada de água
  • Boa noite de sono
  • Ter amigos
  • Atividade física regular 
  • Ter uma vida social ativa e feliz

São fatores essenciais para a manutenção da libido.

Oscilação hormonal feminina

Mulheres em geral, devido a variação hormonal e período menstrual, tendem a oscilar mais em relação ao humor e podem apresentar maiores variações em relação à libido do que os homens.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) a saúde sexual é considerada fundamental para o indivíduo, o que demosntra a importância de cuidar essa área. 

Os profissionais especialistas que trabalham com esses pacientes devem dar atenção e orientar seus pacientes. 

Procure sempre ajuda de um especialista para melhor orientá-lo em relação ao tratamento adequado.

O que interfere na falta de libido?

Alguns fatores que interferem na libido são:

  • Os fatores psicológicos
  • Saúde
  • Bem-estar
  • Autoestima
  • Hormonios

Um estudo com 627 mulheres búlgaras na pré e pós-menopausa mostrou que a depressão, dor durante as relações sexuais e a falta de autoestima são fatores que interferiram na libido.

Outro estudo realizado com mulheres de 40 a 62 anos mostrou que a idade, falta ou presença do parceiro e o grau de satisfação com o parceiro, são aspectos que interferem no desejo sexual das mulheres.

Por fim, em outro estudo sobre saúde mental e sexual em mulheres com idade reprodutiva durante a pandemia de Covid-19, mostrou que esse período que estamos vivendo está sendo marcado por ocorrências de sintomas depressivos que podem estar associados ao medo da doença, vida social modificada devido ao isolamento, preocupação com pessoas queridas e todos esses fatores tiveram implicações significativas na diminuição da libido neste grupo.

Já um estudo realizado em 2018, para avaliar sono e libido em homens com síndrome de apnéia obstrutiva do sono, mostrou que os homens que não tratavam dessa patologia sofriam de baixo libido. 

Fatores como idade avançada, humor deprimido foram fatores que interferiram na libido desses homens.

Aspectos que ajudam na qualidade da libido

Manter uma qualidade de vida com o parceiro e estar bem psicologicamente, socialmente e saudável, são alguns dos aspectos que parecem contribuir para uma melhor qualidade de vida e consequentemente uma melhor libido.

Alguns hormônios como progesterona e estrogênio também tem relação com a função e o desejo sexual. 

Um estudo realizado por pesquisadores, com administração de 100 mg/kg de cúrcuma em camundongos revelou aumento de adiponectina.

A adiponectina é um hormônio importante para a modulação dos níveis de estrogênio, progesterona e outros hormônios que estão envolvidos de forma positiva na melhora da função sexual.

Esses pesquisadores observaram aumento de adiponectina com a introdução da cúrcuma e sugerem que cúrcuma pode modular os níveis de adiponectina, e respectivamente atuar na melhora da função sexual.

Qual relação do consumo de alimentos com a libido?

Uma dieta equilibrada e balanceada parece ter relação positiva com a melhora da libido e esse fator pode ser devido aos benéficos que a alimentação pode promover na saúde.

Quando a dieta é composta por alimentos como:

  • Frutas
  • Vegetais
  • Carnes magras
  • Leguminosas
  • Cereais integrais
  • Especiarias
  • Temperos naturais
  • Oleaginosas

Esses alimentos possuem os compostos bioativos e antioxidantes, que são substâncias capazes de estimular enzimas, as quais tem papel de eliminar as substâncias consideradas toxicas e prejudiciais ao organismo.

Esse mecanismo contribui para a manutenção da saúde e evita o surgimento de certas doenças, e como consequência, uma vida mais saudável. 

Especiarias que ajudam na libido, quais são?

Alimentos como a cúrcuma que é conhecida popularmente como açafrão, açafrão da terra, gengibre amarela e raiz de sol, é considerada uma importante especiaria.

A cúrcuma pode ser utilizada na alimentação como condimento, corante de massas, arroz, sopas e legumes. 

Além de colorir os alimentos, a cúrcuma possui propriedades que auxiliam na saúde, por atuar no organismo como antioxidantes, antimicrobianas, anti-inflamatório, antifúngica, prevenção de certos tipos de câncer, termogênico auxiliando na terapia de manutenção e perda de peso e estimulante da adiponectina.

Além da cúrcuma outras especiarias como o gengibre, canela, pimenta e própolis também tem relação benéfica na saúde.

Esses alimentos atuam nas vias do organismo, o que promove o bem-estar através da manutenção da saúde, além de manter um bom fluxo e circulação sanguínea.

O gengibre, por exemplo, vem sendo utilizado no combate de enfermidades. Dentre as suas propriedades farmacológicas destaca-se:

  • o combate a problemas gastrointestinais
  • melhora dos sintomas das náuseas
  • antimicrobiana
  • anti-inflamatória
  • diurética
  • antipirética
  • hepatoprotetora
  • antioxidante
  • minimização
  • controle da glicemia
  • efeito termogênico

A própolis é utilizada como um agente curador de lesões. Sozinha ou misturada a outras substâncias, ela atua na eliminação de radicais livres, possui atividade antimicrobiana, antiviral, antiinflamatório, antibacteriano, anestésico, antioxidante, antitumoral, antifúngico, anti-protozoário, anti-hepatotóxico, anti-mutagênico e anti-séptico. 

Todas essas ações podem ser explicadas pela variedade dos compostos bioativos encontrados na própolis, incluindo os flavonóides, ácidos fenólicos, terpenos, ácidos aromáticos e outros.

Assim, consumir alimentos saudáveis, ter uma vida social satisfatória, saber gerenciar o estresse, praticar atividade física moderada e regular, tem implicações positivas na saúde e consequentemente atua na melhora da libido.

Referências Bibliográficas

Malcher. C. M. S. R et al. Sexual Disorders and Quality of Life in Parkinson’s Disease. V. 9, p.100280, 2021.

Libido and orgasm in middle-aged Woman. Maturitas, v. 53, p. 1-10, 2021.

Szuster. E et al. Mental and Sexual Health of Polish Women of Reproductive Age During the COVID-19 Pandemic−An Online Survey. Sexual Medicine. v. 9, n. 4, p. 100367, 2021.

Sahebzad. E. S eta l. Effect of turmeric on adiponectin, sexual function and sexual hormones in stressed mice. Life Sciences. V. 277, p. 119575, 2021.

Mun. J. K et al. Sleep and libido in men with obstructive sleep apnea syndrome. Sleep Medicine. v. 52, p. 158-162, 2018

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

Tudo que você precisa saber sobre reposição hormonal masculina

A reposição hormonal masculina é uma opção de tratamento para problemas relacionados à queda hormonal nos homens

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Alimentos que estimulam a libido

Existem alguns alimentos que são conceituados “afrodisíacos” por serem capazes de estimular a libido através do aroma, sabor e provocando reações hormonais no corpo, favorecendo as sensações de prazer.

Roberta Saraiva Giroto Patrício

Maca peruana: como aumentar a libido

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Envie sua receita de manipulados!
Encontramos os melhores preços para você!