Benefícios da dieta vegana

As dietas veganas são conhecidas por ajudarem as pessoas a perder peso. No entanto, elas oferecem uma série de benefícios adicionais à saúde.

October 06, 2021
Benefícios da dieta vegana

A dieta vegana/vegetariana, possui diversos benefícios para a saúde e o organismo, para começar, uma dieta vegana pode ajudar a manter um coração saudável. Além disso, esta dieta pode oferecer alguma proteção contra o diabetes tipo 2 e certos tipos de câncer.

Mas vamos falar um pouco sobre os demais benefícios que este tipo de dieta traz. Aqui vão 7 benefícios das dietas veganas - baseadas na ciência.

1. Uma dieta vegana é mais rica em certos nutrientes

Se você mudar para uma dieta vegana, você eliminará a carne e os produtos animais.

Isto inevitavelmente o levará a depender mais de outros alimentos. No caso de uma dieta vegana de alimentos integrais, os substitutos tomam a forma de grãos integrais, frutas, vegetais, feijões, ervilhas, nozes e sementes.

Como estes alimentos compõem uma proporção maior de uma dieta vegana do que uma dieta típica, eles podem contribuir para uma maior ingestão diária de certos nutrientes benéficos.

Vários estudos relataram que as dietas veganas tendem a fornecer mais fibras, antioxidantes e compostos vegetais benéficos. Eles também parecem ser mais ricos em potássio, magnésio, folato e vitaminas A, C e E.

As dietas veganas até parecem ser mais ricas em ferro, embora a forma de ferro que as plantas fornecem não seja tão biodisponível como a que encontramos nos alimentos animais..

Entretanto, vale lembrar que nem todas as dietas veganas são feitas de forma igual.

Por exemplo, dietas veganas mal planejadas podem não fornecer quantidades suficientes de ácidos graxos essenciais, vitamina B12, niacina, riboflavina (vitamina B2), vitamina D, cálcio, iodo, selênio, ou zinco.

É por isso que é essencial escolher alimentos vegetais integrais e alimentos fortificados. Talvez você precise considerar suplementos para nutrientes como vitaminas B12 e D, zinco e cálcio, uma vez que estes podem faltar em uma dieta vegana.

2. Pode ajudar você a perder peso

Um número crescente de pessoas está aderindo às dietas baseadas em plantas, na esperança de perder um excesso de peso. Isto pode ser por uma bom motivo.

Muitos estudos observacionais sugerem que os veganos tendem a ser mais magros e têm índices de massa corporal (IMC) menores do que os não veganos.

Além disso, vários estudos randômicos controlados - o padrão na pesquisa científica - relatam que as dietas veganas são mais eficazes para a perda de peso do que as dietas com as quais foram comparadas.

Além disso, um pequeno estudo comparando os efeitos de perda de peso de cinco dietas diferentes concluiu que as dietas vegetarianas e veganas eram tão bem aceitas quanto as dietas semivegetarianas e as “dietas padrão”.

Mesmo quando não estavam seguindo suas dietas perfeitamente, os participantes dos grupos vegetarianos e veganos ainda perderam um pouco mais de peso do que aqueles em uma dieta mais “tradicional”.

3. Parece baixar os níveis de açúcar no sangue e melhorar o funcionamento dos rins

Tornar-se vegano também pode trazer benefícios contra a diabetes tipo 2 e para a função renal.

De fato, os veganos tendem a ter níveis mais baixos de açúcar no sangue e maior sensibilidade à insulina, assim podendo ter um risco menor de desenvolver diabetes tipo 2.

Em um estudo de 2009, 43% dos participantes seguindo uma dieta vegana foram capazes de reduzir sua dosagem de medicamentos para diabetes, em comparação com apenas 26% dos participantes que seguiram uma dieta considerada padrão e mais usual.

As pesquisas também sugerem que pessoas com diabetes que substituem a proteína vegetal por carne podem reduzir seu risco de má função renal. Neste caso, porém, ainda são necessárias mais pesquisas sobre o assunto.

Além disso, vários estudos relatam que uma dieta vegana pode ser capaz de aliviar sintomas de polineuropatia distal sistêmica, uma condição em pessoas com diabetes que causa uma dor aguda e ardente.

4. Uma dieta vegana pode proteger contra certos tipos de cânceres

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de um terço de todos os cânceres podem ser evitados por fatores dentro de seu controle, incluindo a dieta.

Por exemplo, comer legumes regularmente pode reduzir o risco de câncer colorretal em 9-18%.

Pesquisas também sugerem que comer pelo menos 7 porções de frutas e vegetais frescos por dia pode reduzir seu risco de morrer de câncer em até 15%. Além disso, as dietas veganas geralmente contêm mais produtos de soja, o que pode oferecer alguma proteção contra o câncer de mama.

Evitar certos produtos animais também pode ajudar a reduzir o risco de câncer de próstata e de mama - e aliás, ao que tudo indica, estes não são os únicos possíveis benefícios de uma dieta do tipo relacionados, direta ou indiretamente, à sua sexualidade. Isso pode ser porque as dietas veganas são desprovidas de carnes processadas e carnes cozidas a altas temperaturas, as quais há hipóteses de que possam promover certos tipos de câncer.

Os veganos também evitam os laticínios, que, de acordo com alguns estudos, sugerem que pode aumentar ligeiramente o risco de câncer de próstata.

Por outro lado, há evidências de que os laticínios podem ajudar a reduzir o risco de outros tipos de câncer, como o câncer colorretal. Portanto, é provável que evitar o laticínio não seja o fator que reduz o risco geral de câncer nos veganos.

É importante observar que estes estudos são observacionais. Eles tornam impossível apontar a razão exata pela qual os veganos têm um menor risco de câncer. Entretanto, até que os pesquisadores saibam mais, parece uma boa ideia se concentrar em aumentar a quantidade de frutas, vegetais e legumes frescos que você come a cada dia, à medida que limita seu consumo de carnes processadas, defumadas e cozidas em excesso.

5. Está ligado a um menor risco de doenças cardíacas

Comer frutas e vegetais frescos, legumes e fibras está ligado a um menor risco de doenças cardíacas. Dietas veganas bem planejadas geralmente incluem todos esses alimentos em grandes quantidades.

Estudos observacionais comparando veganos com vegetarianos e a população em geral relatam que os veganos podem se beneficiar de um risco até 75% menor de desenvolver pressão alta.

Os veganos também podem ter um risco até 42% menor de morrer de doenças cardíacas.

Além disso, vários estudos controlados randômicos relatam que as dietas veganas são muito mais eficazes na redução do açúcar no sangue, do colesterol ruim e dos níveis de colesterol total do que as dietas com as quais foram comparadas.

Isto pode ser particularmente benéfico à saúde do coração, uma vez que a redução da pressão alta, colesterol e níveis de açúcar no sangue podem reduzir o risco de doenças cardíacas em até 46%. Uma curiosidade a citar é que uma boa saúde cardíaca pode não só reduzir os riscos que você já conhece, mas também as chances de desenvolver problemas em sua função sexual, como casos de uma impotência sexual, visto que uma ereção é muito ligada ao seu sistema circulatório.

Em comparação com a população em geral, os veganos também tendem a consumir mais grãos inteiros e nozes, todos estes alimentos bons para seu coração.

6. Uma dieta vegana pode reduzir a dor da artrite

Alguns estudos relataram que uma dieta vegana tem efeitos positivos em pessoas com diferentes tipos de artrite.

Um estudo designou aleatoriamente 40 pessoas com artrite para continuar comendo sua dieta onívora ou mudar para uma dieta vegana integral, baseada em plantas, por 6 semanas. Aqueles com dieta vegana relataram níveis mais altos de energia e melhor funcionamento geral do que aqueles que não mudaram sua dieta.

Vários outros estudos sugerem que uma dieta vegana pode ajudar a melhorar os sintomas da artrite reumatóide, incluindo dor, inchaço das articulações e rigidez matinal.

O maior teor de antioxidantes, probióticos e fibras da dieta vegana, bem como a falta de certos alimentos desencadeantes, podem ser responsáveis por estes benefícios.

7. Pode ajudar na sua função sexual

De acordo com alguns nutricionistas, os alimentos veganos podem sim melhorar a sua função sexual. Isso porque alimentos de origem animal, mais ricos em gordura, podem obstruir as artérias e, como citado anteriormente, ao prejudicar a circulação sanguínea, fator este muito importante para sua sexualidade, desde uma ereção até a estimulação, pode prejudicar a sexualidade como um todo.

Além disso, a inclusão de mais frutas e vegetais também pode reduzir a necessidade de medicamentos que possam potencialmente te fazer concluir algo do tipo “estou sem desejo sexual”. Muitos medicamentos podem causar uma queda da libido e, ao adotar uma alimentação saudável - sendo necessário realçar aqui que não basta aderir ao veganismo ou vegetarianismo se as escolhas alimentares não forem bem feitas - você pode evitar os problemas que te levem ao uso destes medicamentos, consequentemente evitando este tipo de problemas.

Leia também, como aumentar o libido.

Por fim, as dietas veganas podem proporcionar uma série de benefícios à saúde. Em sua maioria, os pesquisadores ainda não entendem exatamente o que causa esses benefícios.

Dito isto, até que surjam novas pesquisas, você só pode se beneficiar ao aumentar a quantidade de alimentos vegetais integrais e ricos em nutrientes em sua dieta.

Caso tenha alguma receita em mãos, envie agora para a Manipulaê e receba os melhores orçamentos das farmácias de manipulação perto de você, de forma simples, fácil e segura.


Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

Como os remédios naturais te ajudam a manter sua saúde

Os remédios naturais estão tendo um momento sério no cenário do bem-estar neste momento, eles auxiliam a manter a sua saúde em dia com remédios totalmente naturais.

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Alimentos que auxiliam no emagrecimento e promovem maior saciedade

Alimentos que ajudam a emagrecer normalmente aumentam sua saciedade pois possuem alto teor de fibras, além de serem ricos de ótimos nutrientes para seu corpo.

Mariana Cristina Micheleto da Silva

Suplementos de energia: como a coenzima Q10 pode ajudar

Ter mais energia e disposição pode ser mais fácil com o uso de alguns suplementos, como a Coenzima Q10. Vamos te explicar como!

Vanessa Luisa P.P Sollitari