Como aumentar a imunidade com vitaminas

Aumentar a imunidade é uma tarefa um pouco difícil para algumas pessoas que possuem deficiência das vitaminas no organismo, por isso, as vitaminas entram em ação para ajudar.

September 21, 2021
mesa com frutas, verduras e sementes

Para ter uma boa imunidade é necessário a junção e combinação de inúmeros fatores como ter um estilo de vida saudável, dieta equilibrada e variada, praticar atividade física de forma regular, saber gerenciar as emoções, ter boas relações sociais dentre outros. A combinação desses fatores auxilia em uma imunidade mais adequada e eficaz.

O que é imunidade?

A imunidade é um mecanismo desenvolvido pelo nosso organismo de resistir ou combater aos agentes que podem levar o nosso organismo a desenvolver doenças. Através desse mecanismo mantém-se o equilíbrio e o bom desenvolvimento do organismo.

Vitaminas que ajudam a manter a imunidade

As vitaminas desempenham importantes funções no sistema imune, atuando como cofatores, ativando ou inibindo vias que auxiliam na manutenção de um sistema imune eficiente, além de auxiliar na produção de células do sistema imune. Diversas vitaminas merecem destaque como a C, E, A, D, B entre outras.

A vitamina C é encontrada em uma variedade de alimentos como acerola, laranja, limão e outros e é considerado um nutriente essencial. Está presente em vegetais, frutas e tem como característica neutralizar a ação dos radicais livres, evitando os danos nas células além de outras funções importantes como a contribuição para o sistema imune prevenindo gripes e resfriados além de auxiliar na absorção de ferro e na cicatrização.

A vitamina E é considerada um importante antioxidante auxiliando na eliminação de substâncias indesejáveis ao organismo como os radicais livres. O sistema imune fica mais fortalecido com a presença dessa vitamina para o combate a agressores ao sistema imune como certos vírus e bactérias.

A vitamina A participa e auxilia em processos de renovação celular, evitando assim alguns danos ao organismo. Além de ser um poderoso antioxidante. A deficiência dessa vitamina pode implicar em redução da atividade de células que ativam os anticorpos e que lutam contra os vírus e bactérias. A vitamina A pode se ser encontrada em alimentos como fígado, gema de ovo, leite, óleos de fígado de peixe, vegetais de cores alaranjadas e verdes escuras.

A vitamina D tem sido muito comentada e introduzida como suplemento neste período de pandemia. A deficiência de vitamina D está relacionada a problemas como má absorção de cálcio, raquitismo, fraqueza muscular, doenças autoimunes como diabetes mellitus, esclerose múltipla, doença inflamatória intestinal e artrite reumatoide. Além de que a sua deficiência pode causar sintomas como, fadiga, cansaço, dores nos ossos e costas, dificuldade de cicatrização es infecções frequentes.

As vitaminas do complexo B também desempenham importantes funções no sistema imune a vitamina B 12 por exemplo é encontrada em alimentos como o salmão, mexilhão, fígado, leite, atum entre outros.  A vitamina B12 atua na prevenção da anemia megaloblástica, auxilia na depressão, recuperação do DNA e manutenção do sistema nervoso central. Podemos observar que as vitaminas assim como outros elementos presentes nos alimentos desempenham importantes funções no organismo para a manutenção de um sistema imune eficiente.

Alimentos que auxiliam na imunidade

Os alimentos possuem propriedades em sua composição que também fortalecem o sistema imune. Podemos destacar a própolis, ômega 3, fibras, antioxidantes dentre outros.

A própolis é produzida pelas abelhas e utilizadas para montar suas colmeias na vedação, forro, impermeabilização de água ou proteção contra crescimento microbiano e fúngico.  Os componentes da própolis possuem atividades na imunoregulação de citocinas pró-inflamatórias. Essa imunorregulação controla as tempestades de citocinas auxiliando no sistema imune. A própolis pode ser considerada um excelente anti-inflamatório, antifúngico e antiviral e pode ser utilizada para tratar, evitar e prevenir infecções respiratórias como bronquite, resfrіаdos, infecções urіnárіаs, intestinais e melhora do sistema imunológico. No sistema imunológico a própolis tem ação nos macrófagos promovendo a sua ativação, aumentando sua capacidade microbicida e também estimula a maior produção de anticorpos.

O ômega 3 é conhecido por evitar a cascata inflamatória, os seus mecanismos de ação estão associados a efeitos protetores que poderiam estar ligados a uma baixa da produção de moléculas inflamatórias que alteram o sistema imunitário e favorecem o desenvolvimento de doenças.

As fibras presentes nos alimentos são resistentes a digestão, mas servem de alimento para as bactérias intestinais que a fermentam e produzem alguns ácidos graxos que são benéficos ao organismo como o butirato, propionato e ácidos graxos de cadeia curta que nutrem as células do intestino deixando o intestino menos permeável a patógenos como certos vírus e bactérias. Quando há um desequilíbrio nesse sistema o intestino perde a capacidade de seleção e ocorre desequilíbrios na barreira intestinal o que permite a permeabilidade de bactérias que podem impactar negativamente em nossa saúde. Devido a esse motivo o consumo regular de fibras na rotina alimentar é tão importante.

Considerar a introdução de alguns antioxidantes é muito interessante, eles combatem os radicais livres e previnem danos ao sistema imune. Os antioxidantes normalmente são encontrados em alimentos como o licopeno no molho de tomate, resveratrol na uva, catequinas no chá verde entre outros. Um especialista após a avaliação individual irá verificar e orientar a introdução desses antioxidantes sugerindo alimentos e em alguns momentos a utilização de suplementos para otimizar a saúde.

Hábitos para aumentar a imunidade

-Aumentar a ingestão de alimentos fontes de antioxidantes

-Ter um estilo de vida saudável

-Praticar atividade física regular

-Saber gerenciar as emoções

-Reduzir o consumo de produtos processados e ultraprocessados

-Consumir alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras

-Sono adequado

Como aumentar a imunidade de bebês e crianças

Para manter ou aumentar a imunidade do bebê é muito importante oferecer o leite materno nos primeiros seis meses. O leite materno contém os nutrientes como vitaminas, proteínas, carboidratos, gorduras e anticorpos que auxiliam na imunidade. Além do leite materno as vacinas também são importantes para ter saúde e sistema imune forte. Após o período de amamentação a introdução de alimentos como frutas, verduras, legumes, cereais, leguminosas e outros são fundamentais. A orientação de um especialista neste momento é muito importante para auxiliar nas melhores escolhas alimentares. Evite os industrializados.

Receitas que fortalecem o sistema imunológico

- Suco de laranja, gengibre e própolis

Suco de 3 laranjas

Suco de ½ limão

1 rodela de gengibre

10 gotas de própolis

Modo de Preparo

Coloque no liquidificador o suco de laranja, limão e o gengibre. Bata bem e coe. Adicione as gotas de própolis e ingira a seguir.

- Salada colorida

½ maço de agrião higienizado

½ maço de rúcula higienizada

1 xicara de repolho roxo

6 morangos limpos cortados ao meio

4 fatias de manga

1 colher de chá de chia

1 colher de chá de linhaça

Colocar a salada na vasilha de sua preferência em seguida as frutas e as sementes e por fim regar com o molho especial para salada.

Molho especial para salada

Caldo de duas mexericas

1 colher de sopa de azeite

1 pitada de sal

1 colher de café de orégano

Misture todos os ingredientes desse molho e jogue sobre a salada

Quais são as causas de uma imunidade baixa

Diversas podem ser as causas de um sistema imune baixo como fatores genéticos, falta de sono adequado, alimentação inadequada, falta de atividade física, estresse, certas patologias, desnutrição, doenças autoimunes entre outros.

Como podemos identificar um sistema imunológico baixo

Quando o sistema imune está baixo podemos observar presença de gripes e resfriados frequentes, alterações intestinais como diarreias, cansaço excessivo, febre entre outros sintomas individuais.

Caso tenha uma receita em mãos, envie agora para a Manipulaê e receba os melhores orçamentos das farmácias de manipulação da sua região.

Receba as melhores ofertas para sua receita de manipulados!

Mais artigos

Como diminuir o estresse: quais manipulados podem ajudar

Saiba como diminuir o estresse com o uso de manipulados, quais os medicamentos indicados e seus efeitos

Vanessa Luisa P.P Sollitari

5 hábitos para aumentar a endorfina e serotonina

A endorfina e a serotonina são conhecidas como hormônios da felicidade, sendo fundamentais para o bem-estar e qualidade de vida mental e física

Vanessa Luisa P.P Sollitari

Conheça os benefícios da Astaxantina como antioxidante

A astaxantina é um ativo encontrado em peixes, algas, camarão e outros frutos do mar. É um potente antioxidante, usado como suplemento alimentar rico em vitamina A.

Roberta Saraiva Giroto Patrício